top of page

A palavra que não se pode falar

Conheça Bruno, um menino muito inteligente e cheio de alegria, cuja vida é marcada por um triste acontecimento: o grave acidente sofrido por Gabriel, seu irmão mais velho. E aí começa o desafio de Bruno para entender e dar sentido à dor da perda. Isso fica ainda mais difícil quando seus pais decidem cercar o assunto com uma muralha de silêncio, sufocando tantas dúvidas e angústias. Bruno precisa ser muito corajoso para manter viva a memória de seu irmão, evitando que ele se transforme na palavra que não se pode falar.

 

Esse é o novo livro de Gilvã Mendes, premiado autor de “Queria Brincar de Mudar meu Destino”. Uma história emocionante e necessária, contada com muita sensibilidade para crianças e adultos.

GILVÃ MENDES
Editora Natesha | Projeto MoveMente InclusivArte | ABAV

Sobre o Autor

Gilvã Mendes é casado, pai, homem preto, pessoa com deficiência, socialista, psicólogo, palestrante, educador social. Autor dos livros: “Queria brincar de mudar meu destino” (2009, Papirus Editora), obra inserida no PNLD (Programa Nacional do Material e do Livro Didático) no ano de 2018, “Aqueles malditos olhos azuis” (2019, produção independente), “O pássaro de duas cabeças” (2022, Papirus Editora – selo Guaxinim), “Intensos, Louváveis e Ternos Amores em Poemas” (2022, produção independente). Atualmente em fase de publicação de seu quinto livro no formato de Folhetim, com apoio da ANF – Agência Nacional das Favelas: “O Presente do Rei – O plebeu, a princesa e a guerreira” (escrito em 2010). Gilvã é poeta desde menino, apaixonado e inquieto!

Contrapartidas

- Tiragem impressa com contínua divulgação pelo autor e editora.

- Dois exemplares do livro físico, na primeira tiragem.

- Percentual de 3% sobre o preço de capa nas vendas do livro.

- Anúncio do(a) artista selecionado(a) na "Campanha de pré-venda" do livro.

- Entrevista com o(a) artista selecionado(a) (postagem nas redes sociais da editora).

- Participação em lives e outras ações de divulgação do livro.

Descrição dos personagens

- Hugo: olhos negros, atentos, gentis, com um nariz mais ou menos pontudo, sem barba, lábios medianos de traços vívidos. Um homem alto, bem magro, branco; cabelos cortados baixos.

- Cecília: olhos pretos, vivos, graúdos, doces, uma mulher negra, de pele luminosa, de cabelos encaracolados, que vão até os ombros; boca com desenho expressivo e nariz largo; corpo harmonicamente curvilíneo. 

- Gabriel: um menino pardo (pele mais clara próxima à do seu pai), de nariz com ponta redonda, boca pequena, mas com desenho marcante, cabelos cacheados e olhos vivos (como os da sua mãe).

- Bruno: a cor da sua pele é a mesma da mãe, negra, brilhosa; seus cabelos não possuem tantos cachos, mas são cheios; ele tem um lindo e cativante sorriso.

- Célia: uma mulher de meia-idade, negra, uma versão mais velha da filha Cecília, com os traços mais acentuados e acompanhados de escassas rugas, com madeixas vastas cacheadas com algumas rajadas de pratas.   

   

- Carlos: um homem de meia-idade, negro, de uma pele que lembra caramelo concentrado, olhos pequenos, curiosos e brilhantes, um nariz de ponta redonda, lábios grossos, cabelos crespos, sobrancelhas cheias e cavanhaque impecavelmente feito. 

- Seu Alberto: um senhor de uns 80 anos, de pele retinta, que apesar da idade que aparenta, tem um corpo firme; em seu rosto, as rugas, as marcas do tempo são raras; de um olhar sereno, mas penetrante; possui aspecto bonachão, boca suavemente grande e nariz largo. Cabelos e barba macios e totalmente brancos, feito algodão. Veste uma túnica branca, azul com desenhos engraçados.

- Dr. Boaventura: um homem preto robusto, de uns 60 anos, possuidor de traços fortes, que ostenta uma barba cerrada (ainda negra) e um início de calvície, juntamente com um jeito professoral.

Descrição de Ambientação

A história é ambientada em um cenário urbano, com predominância da casa da família do protagonista Bruno, e alguns outros cenários (escola, consultório médico etc.). Em alternância a esse cenário há o mundo do pós-vida onde se encontra o irmão de Bruno, Gabriel, após seu desencarne. É um cenário onírico e lúdico: campos com flores multicoloridas, e também campos de pirulitos de vários sabores, rios de água cristalina e rios de sucos de fruta...

Detalhes Técnicos

PADRÃO DA CAPA
Dimensões: 14 cm x 21 cm (fechado), 28,7 cm x 21 cm (aproximadamente, aberto)
Modelo Imagem
 
PADRÃO DA FOLHA PARA ILUSTRAÇÃO
Dimensões: 14 cm x 21 cm
Modelo Imagem
  
INFORMÇÕES DE EDIÇÃO
- Ilustrações em preto e branco e/ou escala de tons de cinza.
- Capa com ilustração horizontal (paisagem), que se estende também pela contracapa.
- Dinâmica: as ilustrações visam representar momentos cruciais da trama, e serão acompanhadas por legenda com uma breve citação do trecho que está sendo ilustrado. Haverá entre 5 e 10 ilustrações, a critério do(a) artista selecionado(a).
- Público: a partir dos 7 anos

bottom of page